marski 85px 

 

  • chimborazo
  • sajama
  • curso
  • willamakilisani
  • Vulcões do Equador: Cotopaxi 5870m + Chimborazo 6310. Saídas durante todo o ano !
  • Expedição ao Sajama, maior montanha da Bolívia com 6542m. Próximas saídas para Junho / Julho 2015
  • Expedição Pequeño Alpamayo + Curso Alta Montanha. Próximas saídas para Junho / Julho 2015
  • Huayna Potosi, 6088m + Curso de Alta Montanha na Bolívia. Próximas saídas para Junho / Julho 2015

 

 

Rapel - Transpondo nós em cordas danificadas

(matéria publicada pelo autor no Mountain Voices, edição 140 de 2014)

Fazer um rapel é a coisa mais trivial do mundo, certamente ninguém tem dificuldades com isso, correto ?

Agora imagine o seguinte cenário:  

Você está escalando tranquilamente com o seu parceiro, vocês chegam em uma das paradas da via, e enquanto estão conversando ali, inadvertidamente seu colega derruba uma pedra do platô no qual vocês se encontram... E essa pedra durante a queda acerta de forma violenta a corda de escalada de vocês, rompendo a capa e expondo a alma da corda...

corda destruida

 

Continue Lendo

 Imprimir  E-mail

Como utilizar as diferentes técnicas de cramponagem
Como utilizar as diferentes técnicas de cramponagem

Interessante vídeo sobre como utilizar adequadamente os crampons.  

Viagens a países em desenvolvimento (3o. mundo) – Tratando de parasitoses…
Viagens a países em desenvolvimento (3o. mundo) – Tratando de parasitoses…

Qualquer um que viaje para um país ou região em desenvolvimento, onde a higiene, assim digamos, não é o “forte”, possui grandes chances de voltar para casa com amigos indesejáveis dentro do corpo… São parasitas (vermes e protozoários) que realmente fazem o seu portador “reinar” n [ ... ]

Ascensão por corda fixa
Ascensão por corda fixa

por Davi Marski, fevereiro de 2010 Saber subir por uma corda fixa é fundamental em situações de auto-resgate (seja na escalada em rocha, seja para sair de uma greta). É a forma mais rápida e simples de safar-se de uma situação ruim e certamente faz parte do conteúdo de qualquer curso bási [ ... ]

Atualmente todos vivemos em um mundo dominado pelas máquinas. Quase não restam em nosso deteriorado planeta espaços livres, onde possamos esquecer nossa sociedade industrial e testar, sem sermos incomodados, nossas faculdades e energias primitivas. Em todos nós se esconde uma saudade do estado primogênito, com o qual podíamos calibrar-nos com a natureza e enfrentá-la, descobrindo a nós mesmos. Aqui está basicamente a razão de não haver para mim uma meta mais fascinante que esta: Um homem e uma montanha.

Reinhold Messner