marski 85px 

 

Mensagem

[Goo.gl service] Message: Daily Limit for Unauthenticated Use Exceeded. Continued use requires signup.; Location:

Trekking - Travessia do Vale Emílio Frey, Jakob, Itália, Lopez

trekking frey smallargentinaEste é um trekking fantástico que percorre um trecho relativamente acessível e seguro na patagônia norte.

Nosso ponto de partida é a charmosa cidade de Bariloche, no sul da Argentina. É um trekking de dificuldade e intensidade moderada, com um bom nível de exigência física.

Cada época do ano é unica, entretanto, eventualmente pode ser "impossível" fazer esse trekking mo inverno (devido ao acúmulo de neve ou risco de avalanches), mas nos demais meses do ano, ele é espetacular ! 

A época ideal para realizar é durante os meses de verão.

 

Quando acontece essa expedição e quanto custa ?

Consulte nosso calendário, com as datas de saída e valores. Se você já possui um grupo, podemos adequar nossa agenda para atender de forma exclusiva às suas necessidades !

Programação

De forma geral o roteiro é o seguinte (com cerca de 50Km no total, percorridos entre 5 a 7 dias)

  • Primeiro dia - Saímos rumo ao refúgio Emílio Frey, nas proximidades do Cerro Catedral, começamos a caminhada pelo vale do riacho Van Titter, com excelentes vistas do lago Gutiérresz e o Cerro Ventana. O caminho é através de um lindo bosque de lenguas (um tipo de pinheiro patagônico), passamos pelo refúgio Piedritas, aos poucos a vegetação começa a diminuir e logo podemos ver as formações rochosas das diversas agulhas de pedra do vale do Frey. Dormiremos em alojamento coletivo, a 1700m do nível do mar, onde chegamos após cerca de 6 a 8h de caminhada e 11km de distância.
  • Segundo dia - Acordamos, tomamos café da manhã e seguimos bordeando o Lago Toncek, rumo ao fim do vale, por um terreno pedregoso. Subimos o filo do Catedral, passamos pela loga Schmoll e pelo estádio de futebol. Podemos ver neste dia o valle del Rucaco,  a Brecha Negra, a maior torre de granito (La Prince), o Cerro Tronador... continuamos a caminhada descendo até o Valle del Rucado e voltamos a subir ao cerro Brecha Negra, para a última descida do dia, que é até o Lago Jacob (Refúgio San Martin) em cerca de 10 a 14h de caminhada, 11km. Esse é um dos dias mais duros do trekking, exigindo bastante do participante.
  • Terceiro dia - A partir da laguna Jacob (Refúgio San Martin), seguimos rumo à lagoa Témpanos e Pico Refúgio, esse talvez seja o trecho mais técnico da travessia: passaremos pela cadeia "dos inocentes" até chegarmos ao Cerro Navidad, onde descemos rumo ao riacho formado pela Lagoa Negra, finalizamo o dia subindo até o Refúgio Itália (Manfredo Segre), esse é um dia longo com cerca de 8 a 12h de caminhada.
  • Quarto dia - Após o café da manhã, margeamos a Lagoa Negra, subindo por um largo vale até o filo do Cerro Negro. De lá podemos ver os Cerros Bailey Willis, o Cerro Negro, Capitán, o Brazo Tristeza e tantos outros, próximo ao final do dia estaremos rodeando o Cerro Bailey Willis, descendo o Valle del Goye para finalmente chegarmos ao Pico Turista, já no Cerro López, onde descemos até o refúgio. Este é um dia com cerca de 8 a 12h de caminhada e provavelmente o mais cansativo de todos (devido também ao cansaço acumalado). Podemos dormir no refúgio Lopez ou continuarmos até a carretera (pista) e voltarmos para a cidade.
  • Quinto dia - Acordamos, tomamos café da manhã no Refúgio López e descemos (6,5Km) até a carretera (pista), onde seguimos (em veículo automotor) para a cidade.
  • Sexto e Sétimo dias - Dias extras para "curtir" a região (durante o trekking) ou para ajustes de tempo em função da variação climática (neve, chuva, alteração de trajetos, etc...) 
Observações Gerais
  • Você deve estar acostumado a realizar caminhadas longas e ser capaz de carregar uma mochila cargueira. 
  • Inicialmente dormiremos todos nos respectivos refúgios, ou seja, não é necessário levar barraca / isolantes térmicos (apenas o saco de dormir). Entretanto, devido a fatores externos, pode acontecer de um determinado refúgio não estar operando naquele momento (nesse caso dormiremos em barracas).
  • Da mesma forma, pode acontecer de sermos forçados a alterar ligeiramente os trajetos devido à interferências climáticas (avalanches nas rotas, desmoronamentos, etc...)
O que está incluso ?
  • Traslados aeroporto X cidade
  • Guia de montanha
  • Alimentação durante todo o período do trekking
  • Transporte ida e volta até as montanhas
  • Barracas (se for necessário) e/ou Hospedagem nos refúgios
  • Taxas de ingresso
O que não está incluso ? 
  • Seguro
  • Alimentações na cidade
  • Passeio extras
  • Gorjetas
  • Passagem aérea
  • Hotéis na cidade de Bariloche (e apesar de não estar incluso, teremos o maior prazer em providenciar reservas caso você deseje. Há opções desde hostels de USD 10,00 a hotéis simples de 2 estrelas por USD 25,00, a diária em quartos duplos).
Outras atividades que podemos acompanhar (não inclusas) e que recomendamos:
  

 

 

ImprimirEmail