marski 85px 

 

Dicas gerais para um montanhista

montanhismopor José Antonio Pena Brage, do Centro Excursionista Universitário

Descobrindo sua trilha

Se você se perder, mantenha a calma. O pânico é seu maior inimigo. Pare e tente recordar como você chegou até onde você está. Não caminhe aleatoriamente. Se você estiver numa trilha, não a abandone. Utilize referências do terreno para se manter atualizado com relação a onde você está e para onde você está indo. Se você estiver fora de uma trilha, siga um vale ou riacho montanha abaixo. Isto pode se tornar difícil mas frequentemente levará a uma trilha ou estrada. Não viaje se for noite, estiver machucado ou próximo da exaustão, ou se o tempo estiver mal. Acima de tudo, conserve suas energias, e permaneça aquecido. Periodicamente faça sinais de alerta ( grite ou apite ) em grupos de três.

Se alguém no seu grupo está perdido ou atrasado, notifique as autoridades, a polícia de uma cidade próxima, ou os guardas rodoviários. Eles tomarão as providências para alertar, ou ativar, uma organização de busca e resgate. Se a pessoa perdida voltar mais tarde, assegure-se de alertar as autoridades.

Em caso de acidente

Pare imediatamente. Mantenha-se calmo. Trate o ferimento se você tiver condições de fazê-lo e faça com que a vítima permaneça confortável. Se você tiver de ir atrás de socorro, deixe alguém com o companheiro ferido. Se você não tiver alternativa que não seja deixar a vítima sozinha, deixe uma barraca, ou cobertura, comida, água e uma lanterna ao seu alcance. Amarre um papel, ou pano, à vitima com o nome dela, uma descrição do acidente, a hora e data em que ele ocorreu, que primeiros socorros foram administrados, seu nome, seu provável destino, e a data e a hora em que você deixou o local. Esteja absolutamente certo de que você conhece o caminho de volta até a vitima.

 

Evite encontros do pior tipo

  • Tenha um mapa e uma bússola e saiba como usá-los.

  • Planeje sua rota, e consulte seu mapa e roteiro frequentemente durante a viagem.

  • Viage com um companheiro. Você pode precisar de um em uma emergência.

  • Esteja em boas condições. Planeje tempo e energia de sobra para terreno acidentado, ou difícil. ( O ritmo médio em terreno montanhoso é de 3 km por hora mais uma hora para cada 300 metros de desnível de subida). Ajuste o seu ritmo de forma a sentir-se bem, e não mal. A fadiga leva a exaustão; e a exaustão leva à exposição ou acidentes. Descanse antes de você estar esgotado.

  • Monte o acampamento antes do escurecer. Viaje apenas durante o dia.

  • Pense antes de beber. A pureza das fontes de água, nos mapas e nas trilhas, não pode ser garantida. Um riacho ou uma fonte podem parecer claros e puros mas podem estar contaminados com micro-organismos que podem deixá-lo doente. Esteja seguro. Ferva ou trate toda a água de beber. O tratamento é particularmente importante quando for utilizada água turbida após uma tempestade. Geralmente água pode ser encontrada próximo a todos os pontos de acampamento. Mas, fontes em grandes altitudes podem secar durante o inverno, assim tenha sempre água suficiente com você.

  • Evite a desidratação. Beba antes de você sentir sêde. Um adulto necessita 3 ou 4 litros de água por dia enquanto está caminhando.

  • Esteja alerta para os sintomas da hipotermia. A hipotermia ocorre quando a temperatura do centro do corpo chega abaixo do normal por excesso de exposição ao frio ou à humidade. Ela pode ocorrer em temperaturas bem acima de zero. O tratamento se inicia abrigando a vítima do vento e da chuva e rapidamente secando-a e aquecendo-a. Previna-se da hipotermia evitando a exposição e a fadiga. Vista-se de forma a permanecer quente e obter proteção do vento e da chuva. Procure abrigo se você não puder permanecer quente e seco.

  • Seja sábio com o tempo. Conheça os sinais de aproximação de tempestades ou das mudanças das condições de tempo. Esteja preparado para quedas rápidas da temperatura em grandes altitudes, mesmo no verão.

  • Evite cumes, lugares expostos, árvores isoladas, riachos, lagos, e rochas durante tempestades elétricas. Encontre abrigo em uma área com floresta densa em lugares mais baixos. Remova mochilas com estruturas metálicas.

  • Acampe longe de árvores com galhos grandes, e mortos, especialmente durante ventanias.

  • Mantenha o acampamento limpo. Comida jogada fora e lixo atrai animais. Saiba como identificar insetos que picam, cobras venenosas, e plantas venenosas.

  • Conheça os primeiros socorros para acidentes e males súbitos.

  • Deixe um plano de viagem com os amigos ou a família de forma que alguém saiba onde você está e quem deverá ser contactado em caso de emergência.

  • Proteja os recursos da floresta. Comunique incêndios, vandalismos e crimes ecológicos.

Leve os dez elementos essenciais em todas as caminhadas

  • Mapas

  • Bússola

  • Apito ( 3 apitos significa socorro )

  • Lanterna

  • Faca afiada

  • Acendedor de fogueira ( vela )

  • Fósforos e isqueiro

  • Kit de primeiros socorros

  • Comida extra

  • Roupas quentes e material de chuva

Utilização sem marcas

A popularidade de algumas trilhas, combinado com técnicas inapropriadas de caminhada e acampamento, está criando problemas de impacto humano importantes. Para manter a qualidade das experiências na trilha e liberdade irrestrita na trilha, os individuos devem aceitar a responsabilidade de minimizar o impacto de suas visitas.

  • O uso ético sem marcas o encoraja a:

  • Estar consciente de seu impacto potencial sobre o ambiente;

  • Aprender e utilizar habilidades de viajar ao ar livre e acampar que reduzem seu impacto sobre o ambiente;

  • Respeitar os direitos daqueles que você encontra ao longo do caminho e aqueles que vem atrás de você.

Qual é a sua classificação como um campista que não deixa marcas ?

O seu desafio é não deixar evidências de sua visita, de forma a que as próximas pessoas possam desfrutar de um cenário natural. Caminhe de forma leve de forma a que a natureza possa aguentar e refazer-se.

Planeje previamente para evitar impacto:

  • Evite feriados e fins de semana.

  • Evite lugares populares, e áreas de uso intensivo.

  • Limite o tamanho do grupo ( 6 ou menos é o ideal )

  • Reembale a comida para reduzir as embalagens.

  • Leve sempre um saco de lixo para trazer de volta todos os residuos.

  • Leve um fogareiro e comida que requeira pouco cozimento.

  • Compre equipamento de cores amenas e semelhantes à floresta.

  • Deixe os animais domésticos em casa.

  • Deixe rádios e toca-fitas em casa.

Viaje evitando impacto:

  • Viaje em silêncio.

  • Fique na trilha principal, mesmo se molhada.

  • Nunca corte caminhos em zig-zags da trilha.

  • Veja e fotografe; nunca pegue ou colha.

  • Evite áreas populares.

  • Nunca jogue fora nada, incluindo pontas de cigarro e papéis de bala.

  • Caminhe levemente; não levante poeira ou pedras e não pise a vegetação.

Fogueiras

Fogueiras criam os mais adversos impactos, seja visual ou ecologicamente, em qualquer prática de camping selvagem. As fogueiras reduzem a naturalidade da área e prejudicam sua aparência com pedras calcinadas, pilhas de cinzas e carvão, e madeira não totalmente queimada. Os impactos ecológicos das fogueiras incluem a destruição da vegetação; a remoção de restos de madeira, criticos para um sistema florestal saudável; perda da vegetação e compactação do solo ao redor da fogueira; e a esterilização do solo, que retarda a recuperação da vegetação.

O melhor é não fazer fogo. Use ao invés disso um fogareiro leve de levar em mochila. Se você fizer uma fogueira:

  • Utilize uma pré-existente, ou

  • Se não existir alguma, escolha um lugar com pouca ou nenhuma vegetação, e limpe-a até encontrar terra. Um anel de pedras ao redor é desnecessário.

  • Não acrescente pedras a uma fogueira já existente.

  • Mantenha o fogo baixo.

  • Queime apenas madeira morta e seca que possa ser partida com as mãos. Deixe facões e machadinhas em casa.

  • Nunca deixe uma fogueira sem atenção. Você é responsável por uma fogueira que acaba por virar um incêndio.

  • Nunca faça uma fogueira em um dia, ou lugar, de muito vento.

Locais de camping

A escolha de um local de camping e como utilizá-lo é importante para a proteção do ambiente nas trilhas. Um local de camping pode deteriorar-se rapidamente, mas sua recuperação leva um tempo muito longo.

Quando você seleciona um local de camping:

  • Utilize um local existente e em condições aceitáveis. Nesses locais, a maior parte da vegetação está desgastada, mas o humus, dejetos, folhas ou capim cobrem a maior parte do local. O solo pode estar descoberto ao redor de uma fogueira.

  • Evite locais de camping pouco utilizados. Eles estão no limiar de rápida deterioração. Nesses lugares, a vegetação está destruída apenas ao redor da fogueira ou do centro de atividades e não se vê solo erodido.

  • Evite lugares "destruídos". Eles necessitam de descanso. Nesses lugares, toda a área é de chão batido com erosão do solo, árvores danificadas, árvores mortas e raízes expostas.

Quando acampar:

  • Utilize um fogareiro leve ao invés de uma fogueira.

  • Evite "alargar" e expandir a área de acampamento.

  • Evite "engenharias locais". Nunca aplane o local, faça trincheiras ao redor da barraca, ou construa.

 

 Imprimir  E-mail

Pode ser do seu interesse...